Ligue Para a Gente: Central Nacional de Vendas 4020-3852 (disque a partir da sua cidade)
>
30.ago, 2017 0 Notícias

Morre aos 88 anos o ativista que sobreviveu à bomba de Nagasaki

O ativista Sumiteru Taniguchi de 88 anos que se tornou conhecido por suas conferências ao redor do mundo após ter sobrevivido a bomba de Nagasaki em 1945, morreu nesta quarta-feira (30).

Sumiteru Taniguchi, sobrevivente da bomba atômica de Nagasaki em 1945, morreu aos 88 anos - Eugene Hoshiko / AP

Sumiteru Taniguchi, sobrevivente da bomba atômica de Nagasaki em 1945, morreu aos 88 anos – Eugene Hoshiko / AP

A divulgação do óbito veio por meio grupo Nihon Hidankyo, que reúne sobreviventes das bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki, afirmando que Taniguchi morreu em um hospital no Japão após perder a luta para um câncer.

Na época, Taniguchi tinha 16 anos e trabalhava como carteira, ele estava em uma bicicleta no momento da explosão. durante uma cerimônia que relembrava o bombardeio em 2015, ele relembrou os momentos de aflição que vivenciou.

”De repente, depois de ver uma luz como um arco-íris nas minhas costas, fui empurrado por uma forte explosão para o chão. Quando acordei, a pele do meu braço esquerdo, do ombro até a ponta de meus dedos, caía em tiras. Coloquei a mão nas costas e vi que não tinha roupa, tinha pedaços de pele queimada na minha mão”, recordou.

Após a explosão da bomba de Nagasaki, Taniguchi ficou por três anos no hospital, sua vida mudou completamente pois ele ficou com problemas de postura e muita dificuldade para respirar.

Após sua saída do  hospital, ele se tornou um ativista e viajou por todo o mundo relatando suas experiências em conferências.

Fonte: O GLOBO

Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *