Ligue Para a Gente: Central Nacional de Vendas 4020-3852 (disque a partir da sua cidade)
>
28.mar, 2017 0 Notícias

Luto: morre o ícone da luta contra o apartheid, Ahmed Kathrada

Ahmed Kathrada, um fiel representante da luta contra o apartheid e companheiro de cela de Nelson Mandela, morreu nesta terça-feira (28) em Johannesburgo, aos 87 anos, em decorrência de complicações durante uma cirurgia no cérebro.

Ahmed Kathrada, ativista anti-apartheid, posa em sua casa em Joanesburgo, África do Sul. - STEPHANE DE SAKUTIN / AFP

Ahmed Kathrada, ativista anti-apartheid, posa em sua casa em Joanesburgo, África do Sul. – STEPHANE DE SAKUTIN / AFP

Trajetória

Ahmed Kathrada teve um papel de extrema importância durante o apartheid na África do Sul: foi deputado, conselheiro de Mandela e membro do primeiro círculo de dirigentes históricos do Congresso Nacional Africano (ANC).

Kathrada era chamado de “Tio Kathy”, se tornou conhecido após as negociações entre o ANC e o governo no fim da década de 80 para por um fim ao apartheid e, teve participação nas primeiras eleições livres na África do Sul, em 1994.

Em um comunicado, a Fundação Ahmed Kathrada, lamentou a morte do veterano.

”A Fundação Ahmed Kathrada anuncia com tristeza a morte do veterano do ANC Ahmed Kathrada, no hospital Donald Gordon de Joanesburgo. Morreu em paz”, informou a organização.

O arcebispo da cidade do cabo, Desmond Tutu, também se comoveu com a perda de Kathrada e enfatizou que ele era um homem de modéstia.

“Um homem de uma gentileza, modéstia e tenacidade notáveis. Um dia escreveu ao presidente (Mandela) para afirmar que não se considerava suficientemente importante para merecer homenagens”, afirmou o vencedor do Nobel da Paz, de 85 anos.

A prisão

Nascido em 21 de agosto de 1929 em uma vila do Transvaal Ocidental (hoje, Noroeste). Seus pais eram imigrantes indianos. Ele estudou até os 17 anos e depois teve que abandonar a escola para fazer parte da militância contra as leis do apartheid.

Luto: morre o ícone da luta contra o apartheid, Ahmed Kathrada

Luto: morre o ícone da luta contra o apartheid, Ahmed Kathrada

Em 1963 dividiu a cela com Nelson Mandela e outros membros do ANC, estando sob acusação de sabotagem. Foi condenado a prisão perpétua, porém ficou 26 anos preso.

”Foi minha força na prisão, meu guia na vida política e o pilar de minha força nos momentos difíceis de minha vida. Agora se foi” — lamentou um de seus companheiros na prisão de Robben Island, Laloo “Isu” Chiba, de 86 anos.

Fonte: EXTRA

Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *