Ligue Para a Gente: Central Nacional de Vendas 4020-3852 (disque a partir da sua cidade)
>
21.nov, 2015 0 Notícias

Crematório Vila Alpina sofre com mosquito da dengue.

O Crematório da Vila Alpina, na Zona Leste de São Paulo, virou depósito de carros, caminhões e até de tratores. Os moradores da região estão assustados com o mosquito da dengue.

Portal do Crematório Vila Alpina

Entrada do Crematório Vila Alpina

Os fundos do prédio do Crematório abriga veículos fora de circulação do serviço funerário da Prefeitura. Ao todo, são mais de 15 carros, 30 caminhões e um trator. Os veículos encontra-se em péssimo estado, enferrujados, sem rodas, com pneus furados e muitas janelas.  Os veículos serão leiloados e já deveriam ter sido levados para um depósito da Prefeitura, mas como ele estava lotado, foram trazidos para o prédio do crematório.

Para evitar que os veículos virem focos de dengue, os funcionários do Crematório estão jogando cal nos carros e caminhões.  “Tem hora que tá cheio de mosca, se você passar ali vai ver que está cheio de mosquito. A situação é precária”, disse o comerciante Val Santos

A psicóloga Bruna Costenaro e a estudante Fernanda Costenaro caminham todo dia na região e dizem que faz tempo que os veículos estão no Crematório. “Já faz mais de um ano juntando bastante sujeira, lixo. Em época de dengue é perigoso, né?”, questiona Bruna.

O filho do industrial Denis Andrijauskas teve dengue e ele nem gosta de lembrar. “Meu filho ficou internado e tiveram que dar morfina pra ele aguentar a coceira”, contou.  “Acho que deveriam procurar outro lugar mais adequado pra colocar esses caminhões. Aqui não é lugar, isso aqui é um crematório. Eu fico surpreso, chateado e indignado”, lamentou industrial.

O Serviço Funerário Municipal informou que os veículos não atrapalham os serviços e nem os usuários. E que todas medidas preventivas são tomadas para que não haja acúmulo de água.

Quanto ao leilão de carros, o Serviço Funerário disse que entrou em contato com a Secretaria da Gestão pública e foi informado que já saiu o edital e o leilão deve ser realizado ainda neste ano.

Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *